Hiperconvergência: você sabe o que é?

Hiperconvergência

As novas demandas de negócios e a difusão vertiginosa das informações forçam as empresas e os seus gestores a estarem constantemente alertas ao que de mais novo existe no setor de tecnologia. E não é para menos. De fato, existem inúmeras soluções criativas, na área de TI, para os mais diversos problemas e ignorar isso não demonstra perspicácia, nem proporciona nenhuma vantagem competitiva. 

Neste post, abordamos uma dessas soluções: a hiperconvergência. Você sabe o que é? Continue a leitura e descubra mais.

Hiperconvergência: um novo paradigma no setor de TI

A hiperconvergência vem ganhando força nos últimos anos e não é exagero dizer que, hoje, ela representa um novo paradigma no que se refere ao gerenciamento de informações em datacenters e em cloud computing. 

Hiperconvergência é sinônimo de redução de custos, agilidade, segurança, flexibilidade e escalabilidade. A redução de custos está relacionada à forma como são geridos os recursos na abordagem em questão. E sinergia é a palavra-chave aqui. 

Pense, por exemplo, na ideia de um “canivete suíço”, que combina várias funções em apenas um pequeno instrumento – tesoura, abridor de latas e garrafas, saca rolhas, chave de fendas e até USB. O canivete apresenta um alto custo-benefício, uma vez que torna acessível reunir uma grande quantidade de apetrechos em um só lugar, em vez de dispender mais dinheiro para comprar cada um separadamente.

A hiperconvergência é uma espécie de “canivete suíço” do setor de TI.  De fato, ela representa a combinação dos diversos componentes virtuais e físicos de uma dada infraestrutura (servidores, redes, hardware de armazenamento). Essa combinação resulta em um único dispositivo, que é controlado por um software.  Ele faz uso de estratégias para combinar plataformas variadas (computação, armazenamento, backup etc.) em apenas uma plataforma. Isso gera uma redução de custos, pois envolve uma manutenção mais simples e mais ágil.   

Mas e… é algo seguro?

Sim. Com a  hiperconvergência os seus dados estarão mais seguros. O tipo de organização que ela proporciona faz com que a recuperação e a prevenção da perda de dados sejam muito mais fáceis, uma vez que as ferramentas necessárias para tanto convivem na mesma estrutura. 

Além da redução de custos, da agilidade e da segurança, esta ferramenta proporciona a chamada escalabilidade. Isso significa que um sistema hiperconvergente permite expandir as suas unidades, adicionando ou subtraindo elementos, sem que se tenha que reestruturar significativamente o sistema. 

Convergente vs. hiperconvergente

Atenção para não confundir uma estrutura convergente com uma hiperconvergente. Na solução convergente, os recursos de servidor e de armazenamento ficam separados e ocupam diferentes espaços físicos – a ideia de “convergência” fica por conta de tecido de rede externo, gerenciado por um software.

Já na infraestrutura hiperconvergente, os recursos de servidor e de armazenamento estão envolvidos no mesmo espaço físico, conectados a outros nós por meio de uma conexão de rede externa, que, por sua vez, é usada para compartilhar recursos, proteger dados e cuidar da demanda da infraestrutura. Tudo está interligado em uma só estrutura. O número de atividades é reduzido com uso intensivo de todos os recursos disponíveis. 

Existe um amplo repertório de produtos que oferecem uma estrutura nestes moldes. Avaliar as necessidades de sua empresa e estar atualizado é essencial para acompanhar o passo dos negócios atuais.

Aproveite sua visita ao nosso blog e conheça muitas outras novidades sobre o setor de TI. Temos certeza de que você irá gostar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *